Comentários sobre Lex Artis Medica https://valente-aguiar.med.br Nosso objetivo é compartilhar conhecimentos sem barreiras! Thu, 24 Jun 2021 17:37:24 +0000 hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.7.2 Comentário sobre Piranhas criaram fama e se deitaram na cama! por Carta ao editor: PIRANHAS CRIARAM FAMA E DEITARAM-SE NA CAMA! - Perspectivas em Medicina Legal e Perícias MédicasPerspectivas em Medicina Legal e Perícias Médicas https://valente-aguiar.med.br/piranhas/#comment-17 Thu, 24 Jun 2021 17:37:24 +0000 https://valente-aguiar.med.br/?p=1393#comment-17 […] Três casos de cadáveres humanos que foram registrados no Mato Grosso, oeste do Brasil, como tendo sido atribuídos ao ataque de piranhas, ocorreram após a morte por outras causas (por exemplo, insuficiência cardíaca e afogamento), e podem as piranhas os ter devorados por serem carnívoros oportunistas (6). Sob alguns aspectos das lesões descritas no artigo, essas mortes podem ter sido erroneamente atribuídas às piranhas. […]

]]>
Comentário sobre Piranhas criaram fama e se deitaram na cama! por <a href='https://valente-aguiar.med.br/meu-perfil/?uid=1'>Murilo Valente-Aguiar</a> https://valente-aguiar.med.br/piranhas/#comment-16 Murilo Valente-Aguiar]]> Sun, 14 Mar 2021 01:11:37 +0000 https://valente-aguiar.med.br/?p=1393#comment-16 Sensacional, Parabéns.

]]>
Comentário sobre Piranhas criaram fama e se deitaram na cama! por Tânia Catro https://valente-aguiar.med.br/piranhas/#comment-15 Thu, 11 Mar 2021 17:12:35 +0000 https://valente-aguiar.med.br/?p=1393#comment-15 Sensacional, Parabéns.

]]>
Comentário sobre Houve morte? por Murilo Valente-Aguiar https://valente-aguiar.med.br/houve-morte/#comment-8 Thu, 11 Feb 2021 15:12:59 +0000 https://valente-aguiar.med.br/?p=1089#comment-8 Olá Welington,
Quando o acidente foi um crime culposo de trânsito, significa que alguém deverá responder pelos seus atos. Nestes casos a resposta seria SIM, pois os vestígios tem nexo causal com o delito em apuração. Mas quando não existe alguém para ser incriminado a minha resposta será o NÃO.
O primeiro quesito (Houve morte?), se fosse apenas para constatarmos a morte, não precisaríamos te-lo no rol de quesitos, pois, até se prove o contrário, todos na mesa de necropsias estão mortos. O que a autoridade quer saber é se houve morte relacionado com o crime em apuração.
Nesse quesito podemos responder SIM, NÃO, SEM ELEMENTOS ou PREJUDICADO, dependendo da situação.
Lembrando que ao preenchermos as DO sempre tipificamos a morte como acidente, homicídio, suicídio, etc. Tudo bem que não é um documento da esfera judicial e sim para que haja estatística e criação de programas de prevenção dessas morte. Mas que tipificamos, tipificamos. E como você mesmo disse, ao responder o primeiro quesito estamos involuntariamente tipificando a morte.

]]>
Comentário sobre Houve morte? por Welington https://valente-aguiar.med.br/houve-morte/#comment-7 Thu, 11 Feb 2021 05:13:32 +0000 https://valente-aguiar.med.br/?p=1089#comment-7 Dificilmente em uma necropsia conseguimos saber se o “acidente” realmente foi um acidente. Por exemplo os de trânsito provocado por indivíduos embriagados em que poderá ser julgado por homicídio doloso (dolo eventual).
Nestes casos a resposta seria SIM.
Também me faz pensar em que se não somos nós legistas que tipificamos, já estaríamos tipificando respondendo SIM ou NÃO.
Já quebrei muito a cabeça pensando nisso e ainda não cheguei a uma conclusão de como responder.

]]>